Mercado Financeiro

Produção de soja da Índia terá salto após expansão de área e boas chuvas

A produção de soja da Índia deve ter um salto de ao menos 15% em 2020 na comparação com o ano anterior, à medida que produtores ampliam a área plantada com a oleaginosa devido à chegada oportuna das chuvas de monções e após o governo indiano ter aumentado o preço mínimo de compra

Uma maior produção da oleaginosa na Índia poderia ajudar a maior importadora global de óleos vegetais a cortar custos de compras de óleo de palma, óleo de soja e óleo de girassol junto a Indonésia, Malásia, Argentina e Ucrânia.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

Isso também pode retomar exportações indianas de farelo de soja para lugares como Bangladesh, Japão, Vietnã e Irã.

“Os fazendeiros estão expandindo a área. Se as chuvas de monções continuarem boas, espero uma alta de ao menos 15% na produção”, disse o vice-presidente da Adani Wilmar, uma refinaria de óleos vegetais, Angshu Mallick.

CNA Jovem está com inscrições abertas, confira!

Produtores já plantaram soja em 10,15 milhões de hectares até 10 de julho, ante 5,17 milhões de hectares há um ano atrás, uma vez que neste ano as monções cobriram o país quase duas semanas antes do usual, segundo o ministério de agricultura.

A Índia produziu 9,3 milhões de toneladas de soja em 2019.

Faça bons negócios com o Mega Leilão da CFM

Os Estados de Madhya Pradesh e Maharashtra, ao centro e ao oeste do país, respondem por mais de 80% da produção de soja indiana, e ambos receberam chuvas 15% acima da média desde o início da temporada de monções em 1° de junho.

A Índia ainda elevou o preço mínimo de compra de soja em 4,6% na comparação anual, para 3.880 rúpias por cada 100 quilos.

Por Reuters

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

Descubra como evitar o leite derramar

CIN Homeclass
Etiquetas
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar