Mercado FinanceiroGeral

Exportações de carne suína batem recorde no mês de julho

A exportação de carne suína brasileira está perto de bater novamente o recorde atingido em maio, com chance de chegar às 90 mil de toneladas , de acordo com o analista de mercado da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini. Entretanto, este mês os embarques já superaram o recorde histórico para um mês de junho, que era de 61,48 mil toneladas, e chegou a 76,48 mil.

Siga-nos: Facebook | Instagram | Youtube

De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Governo Federal, divulgados nesta segunda-feira (27), no caso do volume exportado, em julho deste ano já foram 76.583,335 toneladas, quantia que representa 24,55% a mais do volume total embarcado no mesmo mês do ano passado, 61.486,221 toneladas.”Isso já era esperado, e ainda temos cinco dias úteis no mês, o que torna plausível chegar às 90 mil toneladas embarcadas”, disse Travagini.

O faturamento até o 18º dia útil de julho com as exportações de carne suína foram de US$ 162.636.124, cerca de 15,56% a mais do que foi a receita com a venda do produto em julho de 2019, que foi de US$ 140.734.932.

Pecuarista, faça bons negócios com a Megaleilão Nelore

“Essa demanda está sendo puxada pela China, e deve continuar, enquanto o problema com a Peste Suína Africana no país não for resolvido. A expectativa é de o mês de agosto também deva ser bol, com embarques entre 70 mil a 90 mil toneladas”. A média diária paga pela carne suína exportada nas quatro primeiras semanas do mês foi de US$ 9.035.340, quantia 47,66% superior ao valor de US$ 6.118.910, praticados no mesmo mês do ano passado.

Fonte: Acrismat

AGRONEWS BRASIL – Informação para quem produz

CIN Homeclass
Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar